Moçambique

  • Missionários Xaverianos
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Capital: Maputo - Superfície: 799.380 km2 (do tam. do Goiás e Tocantins) - População: 24 milhões de habitantes - Línguas: português, línguas regionais - Expectativa de vida: 38 anos - Adultos alfabetizados: 43,8% - Renda per capita: 220 dólares por ano - Religiões: regliões tradicionais 50,4%; cristianismo 38,4%; islamismo 10,5%; outras 0,7%.

 Map Mozambique

mozambique

Foi no distante março de 1498, quando o navegador Vasco de Gama aterrou com seus companheiros na praia da ilha de São Jorge, em frente às costas de Moçambique.

No mesmo dia, dizem as crônicas, um frade, que embarcou no mesmo navio, comemorando naquela terra a primeira missa. Exatamente 500 anos depois, os primeiros Saverianos pousaram em Moçambique.

Uma coincidência singular e histórica. Eles os precederam em agosto de 1541, seu padroeiro São Francisco Saverio, que parou em Moçambique por sete meses antes de navegar para o Oriente.

A decisão tomada pelo Instituto Savers para abrir uma nova missão encontrou uma série de objeções: por que abrir uma nova missão, um novo campo de trabalho em África quando você já estiver presente em outros 17 países ao redor do mundo?

Por que aceitar o risco de uma presença em Moçambique depois de tudo o que aconteceu e está acontecendo com seus confrades no Burundi, no Congo e na Serra Leoa?

Por que fundar uma nova missão em África com todas as necessidades do mundo, especialmente na Ásia, para não mencionar a Europa onde a fé está perdendo?

Certamente, uma resposta abrangente não é fácil. Mas parece-nos que escolhemos a estratégia do Senhor, seguimos sua intuição, suas escolhas: excluídos, abandonados, sedentos de justiça, de paz. Moçambique é um país prostrado por uma terrível e longa guerra civil. Missões totalmente destruídas, vastas áreas abandonadas pela população em fuga, áreas inteiras ainda espalhadas pela minha.

Uma nação onde a igreja tem poucos sacerdotes, e obrigados a acompanhar paróquias distantes umas das outras e conectadas por estradas difìceis. Algumas dessas missões são atendidas por irmãs, mulheres heróicas que, por sua vez, precisam de ajuda e de descanso também.

Assim, em 2 de março de 1998, os primeiros Saverianos chegaram à cidade da Beira (Sofala, Moçambique): PPs. João Bortoloci Filho, Bruno Boschetti, Luiz Roberto Mazeto e Cesare Reghellin.

Desde o início, seu desejo foi o de ser uma comunidade de fé entre os irmãos para se colocar ao serviço da Igreja local, já presente e com sua pròpria história de crescimento e maturidade provada pelos lomgos séculos de colonização, e os muitos anos de marxismo e guerra civil.

Hoje o paìs està envolvido na reconstrução não só física, mas sobretudo moral e espiritual do seu povo.

Até hoje, os xaverianos em Moçambique querem viver com os pobres e de uma maneira simples; ser acolhedores e sempre aproximar todos, indo primeiro a visitá-los em suas casas... para proclamar a todos a Boa Nova, fonte de alegria e de fraternidade.

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018