Filipinas, a preparação dos jovens para o Sínodo

  • Ruby Garzon & Lucivaldo Souza Costa
  • Juventude
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Na paróquia de São Francisco Xavier, Cidade de Quezon, o maior subúrbio de Manila, os jovens estão entusiasmados com as atividades da Igreja para o Sínodo para os jovens. Estamos tentando fazer com que todos entendam o valor da juventude para o bem da vida da Igreja. O principal desafio é fazer com que os jovens sejam cada vez mais ativos na comunidade.

Como nos pede o Sínodo, estamos tendo atividades juvenis, que respondem a necessidade de formação. Neste sentido, estamos lançando várias iniciativas como encontros, acampamentos de verão, equipes de esportes, encontros vocacionais... Estamos criando uma conexão entre nossos jovens e os povos e as religiões do mundo. A Igreja das Filipinas ainda não dá muita importância aos jovens e não vemos muitas atividades dedicadas a eles. Aqui, trabalhar com eles é um desafio, pois eles vêm de famílias pobres e abandonadas. Eles querem uma igreja com um rosto jovem, que lhes dê espaço e realmente saiba escutá-los e entendê-los, dando voz às suas vozes. Este espaço, infelizmente, está faltando na sociedade.

Os jovens esperam que, a partir deste Sínodo, a Igreja lhes dê cada vez mais espaço. Eles respondem com generosidade, entusiasmo e dão uma contribuição valiosa, não só às iniciativas a eles dedicadas, mas também a todas as outras atividades da paróquia. Existem, claro, dificuldades. Nossos jovens vivem com medo por causa da violência, drogas e assassinatos. Este clima de medo é mantido pelo atual presidente Duterte, para manter ordem e justiça no país. Mas não é suficiente para a igreja dar espaço aos jovens. Enfrenta um desafio maior: oferecer um novo significado às suas vidas, onde a sociedade os marginaliza.

"A juventude é a esperança da nossa pátria". Este é o slogan transmitido por muitas gerações. Alguns dizem que cabe aos jovens cultivar o futuro, mas eles realmente acreditam nisso? Muitas vezes, em vez de encorajamento, eles recebem julgamento e condenação. Como jovens, estamos lutando para nos adaptar e assumir novas responsabilidades nessa sociedade que está mudando rapidamente. Nem todo mundo tem a força para resistir às pressões. Por causa disso, alguns dos jovens, em um esforço para descobrir o que é a vida, se tornaram rebeldes e seguiram o caminho errado.

A Igreja é chamada a ser o sacramento do amor de Deus, para ensinar o que Cristo ensinou, viver como Ele, servir como Ele e amar como Ele. Assim é como a juventude deve ser. Na nossa paróquia dá grande atenção ao ministério juvenil. Eles são a Igreja de hoje. De nossa parte, estamos oferecendo a muitos a oportunidade de crescer como pessoas e descobrir quem realmente são, aumentando sua auto-estima. Nós merecemos ser apoiados e encorajados neste esforço, para que os jovens se tornem a esperança do futuro e o catalisador da mudança.

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018