VISITA DO SUPERIOR AOS LEIGOS

  • ELIZETE DA APARECIDA TOLEDO
  • Leigos
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

No dia 30/06/2018, tivemos a alegre presença do Pe. Fernando Garcia (Superior Geral), Pe. Javier Peguero (Conselheiro Geral), Pe Rafael Lopez Villaseñor (Provincial Brasil Sul) que se encontraram com os grupos de leigos de Goioerê, Nova Laranjeiras e Laranjeiras do Sul.

O encontro aconteceu no dia 30 de junho no Seminário Xaveriano, após na participação da Santa Missa com a Eucaristia, ápice do encontro em comunidade e após juntos, realizamos a partilha em família no jantar.

Nossa gratidão aos Padres Fernando, Javier e Rafael. Também aos Padres Fábio, Crispin, Luiz, Miguel e Elvis que estiveram conosco no sábado dia 30.06.2018 e aos Padres Domenico e Aleixo pelo apoio.

No domingo, junto com o grupo de leigos de Goioerê, amigos e familiares continuaram os momentos de fraternidade quando foram conhecer a cidade e participaram do almoço na casa da mãe da Elizete.

A dinâmica do encontro foi simples com um momento de espiritualidade, em seguida o encontro transcorreu com a partilha dos grupos presentes e apresentação das ações de animação missionária realizadas, como os grupos estão organizados e as expectativas com relação aos leigos missionários xaverianos.

Pe Fernando, iniciou sua motivação aos grupos presentes, dizendo que a missão da Igreja é algo deixado pelo próprio Jesus Cristo: que é anunciar o Evangelho, com gestos e ações, sempre na intenção de tocar os corações de todos, a partir de Romanos 10, 14-15: precisa-se de homens e mulheres que anunciem o Evangelho com as palavras e com a vida. Como conhecerão se não lhes for anunciado? Anunciar o Evangelho com alegria não para si, mas como doação total, como dom de sim para ou outro na vivência dos valores do Evangelho. Lembrando que o dom da fé cresce quando se é partilhada.

SER LEIGO(A) É UMA VOCAÇÃO

A vocação laical é um chamado e deve ser vivido como vocação, de acordo com seu estado de vida. Os(as) leigos(as) participam do Carisma Xaveriano, deve-se senti-lo, vivê-lo em sua plenitude, experimentando o dom da fé que deve ser partilhado e tanto mais o fazemos mais ele cresce e multiplica-se! Ser leigo(a) é uma vocação, não um passatempo, uma atividade a mais! Os(as) leigos(as) devem sentirem-se chamados para anunciar o Evangelho para aqueles que não o conhecem e para aqueles que O conheceram e se afastaram dele, essa é a corresponsabilidade dos(as) leigos(as) missionários(as) xaverianos(as). Muitas vezes as energias estão focadas para o âmbito interno das comunidades, paróquias e esquecemos que o Evangelho é para todos, ficamos imersos no comodismo da ação missionária.

CORAÇÃO DA IGREJA

A vocação missionária é o coração da Igreja de Jesus Cristo. No Cenáculo quando as portas estavam fechadas, na força da fé, como dom, o medo se esvai, o coração se abre, as portas se abrem e os apóstolos saem para o mundo, saem para os diferentes povos... eram poucos... bem poucos aqueles que lá estavam... porém no desprendimento e confiança que o Senhor estava com eles, junto com Maria... foram! Assim deve ser o grupo de leigos: sem preocupar-se com números, sem obsessão, a maior preocupação é a de que missão esteja no coração

MISSÃO AD GENTES E AD EXTRA

A Igreja é chamada a dar continuidade, na gratuidade recebida, a esta missão e os sacerdotes, irmãs, leigos devem, com a espiritualidade xaveriana enriquecer esta missão, especialmente com a preocupação incessante para com aqueles que ainda não conhecem Jesus Cristo (Ad gentes) e para com aqueles que estão afastados (Ad extra).

A ALEGRIA DO ANÚNCIO DO EVANGELHO

O dom recebido deve ser partilhado, com gratidão, na responsabilidade de ajudar, sem fechamentos e intimismos. Os(as) leigos(as) devem, na corresponsabilidade do anúncio, juntos, na espiritualidade xaveriana e com suas particularidades, como por exemplo o estado de vida. Não fazem o mesmo que os demais membros da família xaveriana, têm expressão/fisionomia própria e concreta. Fato é que Religiosos e o Laicato partilham a mesma Espiritualidade: o Carisma Xaveriano. Este é dom pessoal e eclesial, missionário, específico para uma missão específica, dentro da Igreja e no mundo: o anúncio do Evangelho aos não cristãos (Ad gentes), esta é a particularidade e especificidade do carisma que identifica a todos: religiosos e leigos missionários xaverianos.

PERTENCIMENTO

Reconhecer-se, como leigos(as) dentro do carisma xaveriano, não é tanto racional, mas questão de fé, identificação de coração: sinto que este é o meu lugar e ocupo-o, como possibilidade de viver esta caminhada em sua plenitude e com todas as minhas potencialidades. Pe Fernando afirma que a direção geral assume o compromisso de acompanhar o laicato e lembra que a realidade laical é recente e estamos fazendo caminhada juntos, como família que vê nascer outro filho e acompanha seu desenvolvimento e ajuda-o a crescer e desenvolver-se plenamente em família e no mundo. Na alegria acompanham o comprometimento como vocação que de uma maneira ou outra, ajudam na missão confiada pela Igreja à Congregação.

IDENTIDADE COMO FAMÍLIA XAVERIANA

Por fim, Pe Fernando, lembra as características principais da vivência do Carisma Xaveriano, que se expressa no Cristocentrismo;  no Espírito de Família Missionária, na Consagração Religiosa – que para o laicato, se expressa na vivência, de acordo com seu estado de vida, dos princípios evangélicos; na Vivência Comunitária do Carisma e no Rosto Humano do Xaveriano que se expressa no cuidado de si, na preocupação com a formação em todas as suas dimensões, no desenvolvimento de seus dons e de suas potencialidades. Aqueceu o coração e renovou as esperanças para a continuidade da caminhada, saímos com uma paz e tranqüilidade no coração, saímos leves, pois é assim que é participar do laicato, afirmaram Mauro e Isabel de Goioerê-PR.

 VEJA MAIS FOTOS, ACESSANDO O LINK: http://leigosxaverianos.blogspot.com/2018/07/visita-do-superior-geral-ao-laicato.html 

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018