Comece a rezar rezando

Google Plus

Quarta, 10 Outubro 2018

Tempo Comum

Lc 11,1-4

Em escuta do espírito

Senhor, Pai de bondade, ajudai-nos a viver este dia segundo as moções do teu Espírito. Que as palavras de teu Filho Jesus sejam caminho, verdade e vida para nós. Te santifico e te adoro, perdoe meus pecados, não me deixes cair nas tentações e guarde-me sempre para que possa sempre estar ao teu lado. Amém!

Em escuta da Palavra

Um dia, Jesus estava rezando num certo lugar. Quando terminou, um de seus discípulos pediu-lhe: “Senhor, ensina-nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos”. Jesus respondeu: “Quando rezardes, dizei: ‘Pai, santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino. Dá-nos a cada dia o pão de que precisamos, e perdoa-nos os nossos pecados, pois nós também perdoamos a todos os nossos devedores; e não nos deixes cair em tentação’”.

Comentário

O Evangelho de hoje nos faz recordar a oração que o próprio Jesus nos ensinou: o Pai Nosso. Sendo Filho, Jesus nos revelou que Deus é Pai, ainda mais, é paizinho, papai: Abbà. Um Deus que se afasta de qualquer princípio tirânico, prepotente e arrogante e vem a nós na força amorosa de um pai e na ternura cuidadosa de uma mãe. Quão sortudos somos por termos recebido em nosso meio o filho do próprio Deus e, além disso, ter nos deixado como herança o seu caminho de vida e esta bela e transformadora oração. Uma oração que nos introduz ao diálogo (com Deus posso conversar e interagir), revela nossa pequenez (somos necessitados de cuidados e atenção) nos faz sentir a força do divino e do humano e nos projeta ao Reino definitivo do Pai e da fraternidade universal. Ao discípulo que pede a Jesus: "Ensina-nos a rezar", o Senhor não dá uma aula sobre oração, mas porque ele mesmo orava, parece nos dizer: comece a rezar, rezando

Jovens de Hortolândia - Paróquia São Guido

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018