Violência contra os cristãos na Indonésia

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

(DIRE – SIR) “Os muçulmanos fanáticos querem o poder e querem derrubar o presidente Joko Widodo”.  Com estas palavras o missionário xaveriano padre Antonio Manucci, 48 anos de experiência missionária na missão Indonésia, respondeu ao jornal “Dire” comentando a violência contra as Igrejas e o centro policial de Surabaya.

Padre Manucci, oriundo de Como (Itália), disse que “o presidente está se empenhando muito e de uma forma popular prometeu combater a corrupção e a pobreza; mesmo assim ele tem que reagir a várias críticas contra ele”. Nesta opinião, o missionário xaveriano lembra a violência de ontem e de hoje pela manhã: na cidade de Giava ocidental, os muçulmanos fanáticos usaram violência contra as Paróquias e o centro policial causando 13 mortes e mais de 40 feridos. 

De acordo com algumas opiniões a causa da violência seria o grupo da Jemaah Ansharut Daulah (Jad) que é uma organização nascida em 2015 e que depois se agregou ao Estado Islâmico. Padre Manucci conversou sobre os acontecimentos com o jornal “Dire” da Padang, na ilha de Sumatra e comentou: “Vamos avaliar as medidas de segurança em vista das celebrações no domingo na nossa paróquia de São Francisco de Assis e vamos pedir um contingenciamento policial par dar maior segurança”.

A Indonésia é a Nação que tem maioria muçulmana. Os cristãos representam mais ou menos 9% dos 260 milhões de habitantes. “Aqui na região de Padang, todos os dias, estamos vivenciando os desafios da convivência entre comunidades, tribos e religiões” acrescentou padre Manucci e concluiu a entrevista dizendo: “Nós cristãos somos poucos: chineses e bataki são muito mais”.

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018