A ONU declara 2019 o Ano Internacional das Línguas Indígenas

2019 foi declarado pela Organização das Nações Unidas, a ONU, como o Ano Internacional das Línguas Indígenas. Por sua importância na vida e na manutenção da riqueza cultural ligada aos povos originários, os idiomas indígenas devem receber maior atenção para que seja garantida a sua proteção e, consequentemente, a da identidade dos povos.

Continue lendo

Natal é o nascimento do Salvador!

  • Rafael López Villasenor
  • Novidades

A celebração do Natal é um dos períodos mais bonitos do ano para todos os Cristãos. É um tempo de perdão, solidariedade e de partilha. Porém, muitas vezes, o festejamos apenas como um evento social, com troca de presentes entre familiares, amigos e colegas de trabalho, com as árvores de Natal, luzes, Papai Noel e enfeites. Esquecemos que Natal é a festa do aniversário de nascimento de Jesus, que veio como Salvador de toda a humanidade.

Continue lendo

Mensagem do Natal e Ano Novo do Superior Geral

"Do tronco de Jessé  sairá um ramo, um broto  Nascerá   de suas  raízes, Sobre ele pousará  o espírito de Javé:espírito  de sabedoria e inteligência, espírito de conselho e fortaleza, espírito de conhecimento e temor de Javé. A sua inspiração  estará no temor de Javé. Ele não julgará pelas aparências , nem  dará  a sentença por ouvir. Ele julgará os fracos com justiça, dará  sentenças retas aos pobres da terra”. (Is 11.1-4).

Continue lendo

Beatificação de 19 mártires da Argélia

Neste sábado, 8 de dezembro foram beatificados 19 religiosos e religiosas, de 8 congregações diferentes. Todos, por escolha própria, permaneceram na Argélia ao lado do povo durante a terrível década sombria. Integrados com os muçulmanos, testemunharam o amor universal de Cristo

Continue lendo

Eleições creíveis na República Democrática do Congo

Ao fim de uma assembleia extraordinária, a CENCO divulgou uma mensagem na qual reitera o seu apelo por uma votação livre, transparente e pacífica nas eleições presidenciais de 23 de dezembro: estão em jogo a paz e a democracia no País. "Eleições credíveis para uma verdadeira alternância democrática". Um mês antes das esperadas eleições presidenciais de 23 de dezembro na República Democrática do Congo, os bispos lançam um novo e veemente apelo para que a votação aconteça na transparência, paz e plena liberdade. Objectivo que a actual situação sócio-política no País ainda não garante – destaca uma mensagem divulgada pela Conferência Episcopal Nacional do Congo (CENCO), ao fim de uma assembleia extraordinária nos últimos dias em Kinshasa dedicada a fazer um balanço do processo eleitoral iniciado entre mil dificuldades e depois de inúmeros adiamentos.

Continue lendo