A vocação da família

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Estamos no mês vocacional. O segundo domingo é o dia dos Pais, dando começo à semana da família, que este ano vai de 11 a 17 de agosto. Ser Pai e ser Mãe é uma vocação, um chamado de Deus.

Atualmente a família está fragilizada pelas mudanças da sociedade. Vivemos um tempo marcado por intensas, velozes e profundas transformações que enfraquecem e alteram os modelos tradicionais da família, as relações e costumes sociais, sendo transitórios e temporários.

Na sociedade que vivemos, os vínculos humanos são frágeis, muitas vezes, acontecem apenas no mundo virtual, desconectados da realidade presencial. A nova maneira do encontro pelas redes sociais, faz que as relações humanas sejam frágeis e desumanas, afetando diretamente a família.

O amor é eterno enquanto durar. Facilmente se muda de namorado, de amigos, de parceiros, inclusive os casamentos se desfazem facilmente. Os laços humanos são flexíveis e substituídos. Também, os valores familiares têm se esvaziado.

Os compromissos são passageiros e os casamentos são temporários. Até o matrimônio deixa de ser a razão da felicidade, priorizando mais o aspecto profissional. Portanto se casar e ter filhos é adiado cada vez mais em prol da realização profissional, pessoal e individual.

A sociedade pós-moderna tira a responsabilidade de relacionamentos e vínculos sérios e duradouros, quase nada permanece ou é para sempre. O significado do amor não é mais o mesmo, é algo flexível, que não se caracteriza mais pela durabilidade e perenidade. O que explica a facilidade do fim de muitas famílias.

As pessoas são movidas pela cultura do consumo, do imediato, através das sensações mesquinhas que provocam instabilidade, falta de compromisso e levam para o subjetivismo, o individualismo e o consumismo.

Mesmo mudando os tempos, os costumes e os padrões tradicionais é possível testemunhar e viver os valores evangélicos da vocação familiar, que tem sua origem em Deus, desde a criação (Cf. Gn 1-2). Ser Pai e Mãe é uma vocação, um chamado de Deus para vivenciar o amor e promover a vida, que precisa ser respeitada, protegida e cuidada desde a concepção até o término natural.

Enfim, o que significa ser chamado para formar família? Que consequências existem ao se assumir a vocação familiar?

Rafael Lopez Villasenor