Missão e rompimento de solidão humana

  • Crispin Luhinzo Mugalihya

A solidão evoca a postura do ser humano que não tem aliado nenhum como “cavaleiro solitário”. A solidão é a carência da companhia, da fraternidade e da solidariedade. A experiência nos faz compreender que Deus é o primeiro aliado do homem porque Ele é ralação por excelência. O ser humano é criado não para viver isolado, trancado no círculo fechado, no seu “ninho caloroso”, mas para relacionar-se com o Criador, com os semelhantes e com a natureza. Um músico brasileiro cantou: “Solteiro, sim! Sozinho nunca!”. Superar a solidão significa superar a mentalidade egoísta e prepotente, aprimorar o altruísmo, intensificar a relação com Deus. É entrar decididamente na perceptiva do Mestre, na experiência exodal, sair da zona do conforto para ir ao encontro dos outros; encarnar-se na realidade e na história da humanidade.

O reino de Deus está próximo, sair da solidão, ir com os irmãos, amigos e amigas, parentes e familiares no caminho evangelizador em comunhão fecunda e verdadeira. Nessa dinâmica entra em jogo a questão de méritos e de métodos. Os méritos evocam a qualidade e a eficácia de relacionamentos intersubjetivos. O que eu transmito aos outros através meu jeito de ser? Qual é a finalidade de meus relacionamentos? A questão metodológica evoca o modo de prosseguir: como faço para entrar realmente no mundo dos outros? O que tenho que dar e o que tenho que receber? O livro dos Atos dos Apóstolos recorda que “Há maior alegria em dar do que em receber”. (At 20,35).

É muito importante intensificar os valores humanos como gratuidade, generosidade, lealdade, contudo, o altruísmo. Vale apena lembrar o pensamento de Papa Francisco a respeito da lei da natureza: “Os rios não bebam suas águas, as árvores não comam seus frutos, as flores não exalam seus perfumes, o sol não brilha por si mesmo. Você está feliz, talvez sim! Mas essa felicidade não é nada! Você é muito mais feliz quando os outros estão felizes por causa de você!” Assim, a missão é realmente testemunho transparente no mundo de hoje