Suzano: in memoriam

Quinta, 14 Março 2019

Tempo da Quaresma

Mt 7,7-12

Em escuta do espírito

Deus da vida, fonte de esperança: manda sobre nós o teu Espírito. Traga novo alento em nosso cansaço e coragem redobrada na busca e construção da paz.

Em escuta da Palavra

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! Pois todo aquele que pede recebe; quem procura encontra; e a quem bate a porta será aberta.Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

Comentário

"Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão?" Não podemos ler e meditar a página evangélica de hoje sem nos compadecer daqueles pais cujos filhos tiveram a vida ceifada na tragédia de Suzano no dia de ontem; sem nos entristecer pelos sonhos sufocados das vítimas de um ato tão absurdo. De Abel até os nossos dias, a terra clama sempre que acolhe o sangue de seus filhos e filhas exterminados por atitudes atrozes e encharcadas de violência. Ontem em uma Igreja, hoje em uma escola e perplexos nos perguntamos: até quando isso será? Fato está que, o coração do problema humano é o problema do coração humano. Se o problema é o coração, se faz necessário mãos desarmadas para molda-lo e escupi-lo do jeito certo, com políticas públicas orientadas mais a educação e esta com qualidade. Se nos assusta - e nos assusta muito - estas atrocidades, do outro lado não deixamos que nos roubem a esperança. Na quaresma do mundo que sofre, vislumbramos o raiar de um novo amanhã com perfume de páscoa.

QUARESMANDO: em minha oração pessoal terei presente as vítimas da tragédia de Suzano bem como seus familiares.

Jovens da paróquia São Guido (Hortolândia)

Vídeo e áudio