Uccelli.jpg

Padre Pietro Uccelli, venerável

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Em 19 de maio 2018 papa Francisco decretou a heroicidade das virtudes do Missionário Xaveriano Pe. Pietro Uccelli declarando-o ‘venerável’. Este fato é para nós Missionários Xaverianos motivo de grande alegria e estimulo de coragem para vivermos com uma fidelidade cada vez maior o nosso carisma missionário. Lembramos que foi o nosso Santo Fundador São Guido, o mestre de vida missionária e de consagração de padre Uccelli.

Aprovando a heroicidade das virtudes de padre Pietro Uccelli, o papa Francisco oferece a nós e à Igreja inteira um modelo de vida cristã a ser imitado. E no que diz respeito a nós Xaverianos, o papa Francisco nos apresenta um modelo de sacerdote missionário e de consagração missionária. O processo que avaliou a vida dele acabou.

Agora somente falta a ‘assinatura’ de Deus a fim de que o nosso ‘venerável’ seja reconhecido como ‘bem-aventurado’ e como ‘santo’; ou seja, a Igreja pede que um milagre aconteça pela intercessão dele para ele ser bem-aventurado e outro milagre para ele ser canonizado. Nós podemos pedir a intercessão dele para que milagres aconteçam.

No tocante à vida de Pe. Pietro Uccelli gostaria de frisar uma constante que chama a nossa atenção: seja nos primeiros anos de sacerdócio na diocese de Reggio Emilia (Itália) seja em China e depois nos muitos anos que ele viveu em Vicenza, o nosso venerável confrade tem demostrado sempre de ser um verdadeiro apaixonado por Jesus Cristo até ao ponto de desejar com ardor de oferecer a própria vida por amor a Cristo, até ao martírio; ele foi também um apaixonado pelo homem  em particular daqueles que Jesus prefere, os marginalizados da sociedade, os pobres, as pessoas que sofrem no corpo e na alma, cristãos e não cristãos.

Uma confirmação de tudo isso foi o acontecimento do funeral dele: naquela celebração uma multidão de ‘pessoas não de Igreja’. Com uma imagem atual podemos dizer em consonância com o papa Francisco que padre Uccelli foi um sacerdote missionário que viveu sempre ‘em saída’ para anunciar e testemunhar Cristo e também para se deixar ‘repartir’ pelos pobres imitando o exemplo de Cristo.

Sugiro, portanto, com carinho de não só conhecer a vida humana dele, lendo ao menos uma biografia como também de imitar os exemplos de vida dele: tudo isso sem dúvida alguma nos ajudará a crescer cada vez mais no carisma missionário, carisma que o nosso Santo Fundador Guido Maria Conforti nos deixou como herança. Agradeçamos ao Senhor nosso Deus pelo fato de  ter enriquecido a nossa Família com pessoas santas, reconhecidas santas oficialmente também pela Igreja.

Autor: Pe Fernando Garcia - Superior Geral dos Missionários Xaverianos

Missionários Xaverianos no Brasil
Copyright ©2018