Encontro JMX -Julho

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

1. Momento inicial de louvor e animação

2. Canto de invocação ao Espírito Santo

3. Introdução:
Julho nos faz experimentar as gélidas temperaturas do inverno, mas é também tempo de férias, e muitas vezes, as férias propiciam a experiência de alguma viagem. Há quem goste mais, há quem goste menos, mas viajar é geralmente algo prazeroso e divertido. Fazer as malas, pegar ônibus, trem ou avião é parte do viajar e, se a companhia é boa, a viagem se torna ainda mais incrível. O EJUMIX se aproxima e nos fará vivenciar também uma experiência de viagem que se torna metáfora da missão. A missão nos ajuda a sair de nós mesmos, caminhar em direção ao outro e, sobretudo, contemplar o pulsar do coração de Deus que bate por toda humanidade. Queremos neste momento ouvir um testemunho de viagem missionária nesta perspectiva de espiritualidade e humanidade. 

Pode-se convidar quem participou da semana missionária na cidade de São Paulo ou convidar um missionário para dar seu testemunho.

4. Partilha dos convidados

5. Dinâmica

Após a partilha, o animador motiva uma dinâmica - sempre com o tema da viagem - para ilustrar que o princípio  missionário é, na verdade, o princípio da vida, ou seja, nos faz caminhar em direção ao essencial e ao mais importante.

Há muitos que adotam a experiência da viagem como metáfora da vida; símbolo do peregrinar humano. A viagem da vida nos nos quer comprometidos para que, no percorrer do itinerário, façamos experiências significativas. Através desta dinâmica vamos pensar em como estamos viajando.
Material: Papel e caneta para cada integrante.
Descrição: O coordenador pede para que cada pessoa escreva cinco sonhos pessoais de cada um. E começa a dizer: Lembrando que esse sonhos serão nossa bagagem de uma viagem muito especial, a viagem da nossa vida, iremos para outro país, numa longa jornada.
(Enquanto se escreve, pode-se fazer um canto: Teu sou)
Com nossos sonhos em mãos e saindo de casa temos nossa primeira dificuldade, nem todos os nosso sonhos cabem no carro que vai nos levar, assim temos que abandonar um. Qual deles seria?
Seguindo viagem, nosso carro quebra e temos que seguir a pé, mas devido ao peso das nossas bagagens temos que deixar outra de lado, ficando somente com três. Qual sonho foi abandonado?
Em nossa caminhada nos deparamos com um cachorro que começa a corre atrás de nós para nos atacar, e para podermos escapar de uma mordida temos que deixar outro sonho, ficando com dois sonhos. Qual sonho ficou para trás?
Após um caminho tortuoso até a entrada no outro país, encontramos uma alfândega onde somos barrados e temos que seguir somente com uma mala, qual sonho deixamos?
Qual o nosso maior sonho que nunca abandonamos?

Para o plenário:
O carro cheio representa a nossa família e ou amigos que nos fazem desistir de alguns sonhos. O peso das malas representa o tempo no qual tentamos realizar esse sonho que pelo cansaço desistimos.
O cachorro tem conotação de perseguição, assim como Jesus disse que seus discípulos seriam perseguidos, isso é uma purificação e finalmente a alfândega que significa a porta dos céus, nossa última passagem antes de assumir um único sonho para nossa vida inteira.
Qual hora foi mais difícil para abandonar um sonho?
O que me motiva durante as dificuldades?
Que retribuição devo esperar se seguir corretamente todos os meus passos nesta viagem?

6. Momento final: Oração rumo ao V EJUMIX

Deus Pai de amor e misericórdia, no Espírito do teu Filho, Jesus Cristo, queremos renovar nosso desejo de sermos juventude missionária, comprometida na construção do Reino de paz, justiça e libertação. Inspirados pelo testemunho de São Guido Maria Conforti, dai-nos sentir o pulsar missionário do teu coração para gritarmos ao mundo inteiro a alegria do Evangelho, como Igreja em saída evangelizadora. Fazei do nosso V EJUMIX uma celebração da fraternidade e unidade que manifeste nosso maior motivo e razão: "porque Deus amou tanto o mundo." Amém