Anunciadores de amor

Quarta, 01 Mai 2019

Tempo Pascal

Mt 13, 54-58

Em escuta do espírito

Divino Espírito, deixo-me guiar por ti neste momento. Possa a tua ação tornar dócil meu coração em vista de uma adesão verdadeira à pessoa de Jesus e do santo evangelho. Vinde Espírito criador e sopra em mim a vida do Ressuscitado. Amém

Em escuta da Palavra

Naquele tempo, dirigindo-se para a sua terra, Jesus ensinava na sinagoga, de modo que ficavam admirados. E diziam: “De onde lhe vem essa sabedoria e esses milagres? Não é ele o filho do carpinteiro? Sua mãe não se chama Maria, e seus irmãos não são Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs não moram conosco? Então, de onde lhe vem tudo isso?” E ficaram escandalizados por causa dele. Jesus, porém, disse: “Um profeta só não é estimado em sua própria pátria e em sua família!” E Jesus não fez ali muitos milagres, porque eles não tinham fé.

Comentário

Quando não se olha com os olhos da fé, os sinais de Deus podem passar despercebidos. No Evangelho de hoje as pessoas se questionam de onde vem tal sabedoria de Jesus, já que ele é "apenas" o filho do carpinteiro, um homem comum. Deus capacita os mais simples para serem os anunciadores de Seu amor. E nos convida a não ficar apenas em nossas terras, pois podemos ser questionados como Jesus, mas ir além fronteiras, fazer o anúncio em outro lugar, em outra cultura, esse é o chamado para a missão. Também hoje a Igreja celebra São José Operário, o homem simples, trabalhador, e que sabia da Divindade de Jesus, e de onde vinha sua sabedoria.

Jovens Missionários Xaverianos do Pará

Vídeo e áudio