Sinais

Terça, 30 Abril 2019

Tempo Pascal

Jo 3, 7b-15

Em escuta do espírito

Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso Amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra. Oremos: Ó Deus que instruíste os corações dos vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos da sua consolação.Por Cristo Senhor Nosso. Amém

Em escuta da Palavra

Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: “Vós deveis nascer do alto. O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito”. Nicodemos perguntou: “Como é que isso pode acontecer?” Respondeu-lhe Jesus: “Tu és mestre em Israel, mas não sabes estas coisas? Em verdade, em verdade, te digo, nós falamos daquilo que sabemos e damos testemunho daquilo que temos visto, mas vós não aceitais o nosso testemunho. Se não acreditais, quando vos falo das coisas da terra, como acreditareis se vos falar das coisas do céu? E ninguém subiu ao céu, a não ser aquele que desceu do céu, o Filho do Homem. Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto, assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado, para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna”.

Comentário

Caríssimos amigos, hoje a liturgia nos proporciona a continuidade do evangelho de ontem. Nicodemos continua sendo a personagem em destaque: depois de ter ouvido Jesus dizer que devemos renascer do alto para ver o Reino de Deus, ele pergunta “como é que isso pode acontecer”? E Jesus responde que para que este novo nascimento aconteça precisamos em primeiro lugar “acreditar” em Jesus quando ele for elevado na cruz. Não precisa de muita fé para crer nele quando multiplica os pães ou abre o ouvido aos surdos: estes “sinais” são somente uma ajuda para nós para ter a coragem de subir a montanha com Jesus e acolher “O SINAL” que revela sem sombra de duvida que Deus nos ama e pede que façamos a mesma coisa para que Deus seja conhecido e acolhido por todos. Temos que subir a montanha da crucificação e com Maria olhar ao Jesus crucificado e dizer junto com santo Alfonso “Assim se ama”. É no crer no Crucificado como manifestação máxima do amor de Deus para conosco, que não recusou a entrega do próprio unigênito, que o nosso coração se converte e aceita este presente como “O SINAL” da nossa salvação: somos amados de uma forma INCOMENSURAVEL! Ainda tem dúvidas? Somente quem acredita nisso poderá repercorrer com Jesus o mesmo caminho do gólgota e se doar aos irmãos por amor a Cristo. Renascer do alto é deixar o homem velho e nos revestirmos de Cristo, assumindo os seus mesmos sentimentos. Renascer do alto significa começar a amar de verdade e não somente por aparecer: assumir e se carregar das cruzes da humanidade principalmente da cruz da falta de conhecimento e de amor a Cristo. Ainda hoje bilhões de pessoas não conhecem o Amor de Deus revelado em Cristo Jesus; estas são as pessoas ás quais o Cristo, do alto da cruz, nos envia. Nós hoje, como o pequeno Guido Maria Conforti ontem, temos que olhar para ele, e ele olhará para nós, e nos dirá tantas coisas: renasça do alto, se deixe impulsionar do amor de Cristo e não tenha medo de se entregar por inteiro para Deus: seja um missionário, porque não? Xaveriano! Leigo ou consagrado, mas se entregue por inteiro, totalmente! Se deixe banhar por inteiro pelo amor de Cristo e não deixe nada da sua vida fora deste amor: somente assim será totalmente Seu, 100% presente de Deus, sinal do Amor de Deus para a humanidade. São Guido Maria Conforti fortalecei-nos na nossa caminhada.

Jovens Missionários Xaverianos do Pará

Vídeo e áudio