Caminho, Verdade e Vida

Sexta, 03 Mai 2019

Tríduo Pascal

Jo 14, 6-14

Em escuta do espírito

Neste dia em que a Igreja faz memória da vida e martírio dos apóstolos Filipe e Tiago, traz à tua oração os teus irmãos na fé perseguidos por causa do nome de Jesus. São milhões em todo o mundo, vítimas de governos ditatoriais e ateus, de membros de outras religiões, de grupos criminosos que não suportam o seu testemunho e o seu compromisso em favor dos irmãos. Lembra diante do Senhor Jesus, os seus e teus irmãos perseguidos por causa do Evangelho e aqueles que os auxiliam e defendem, de modo particular os voluntários da Ajuda à Igreja que Sofre. E começa assim a tua oração: Vinde, Espírito Consolador!

Em escuta da Palavra

Naquele tempo, Jesus disse a Tomé: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”. Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!” Jesus respondeu: “Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. Em verdade, em verdade vos digo, quem acredita em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai, e o que pedirdes em meu nome, eu o realizarei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes algo em meu nome, eu o realizarei”.

Comentário

Neste evangelho Jesus traz um grande ensinamento a seus discípulos Tomé e Filipe, reafirmando que Ele é o caminho a verdade e a vida, e que nós enquanto cristãos precisamos reconhecer isto. É preciso deixar-se confiar e guiar por Deus e seu filho Jesus, diante de todas as situações, estando eles conosco em nossa caminhada, e tudo que eles nos ensinaram sempre terá veracidade. Estando Jesus vivo e presente em nosso meio. Felipe demonstra ter dúvidas se Jesus é o enviado do pai e diante desta situação o próprio Cristo vem nos mostrar que o pai está no filho, e o filho está no pai, em um só corpo e espirito. E que é necessário continuar a realizar as obras do reino de Deus, desempenhando-as, estaremos fazendo a vontade do Pai. As obras do reino de Deus precisam ser continuas, onde todos temos o compromisso de realiza-las no seguimento da Boa Nova de Jesus Cristo. São Guido Maria Conforti fortalecei-nos em nossa caminhada

Jovens Missionários Xaverianos do Pará

Vídeo e áudio