Gasparzinho não

Quinta, 25 Abril 2019

Tríduo Pascal

Lc 24,35-48

Em escuta do espírito

Creio, Senhor, que teu amor foi derramado em meu coração. Creio em teu amor vivo em mim e me abandono em tuas mãos. Obrigado porque teu Espírito me inunda, me plenifica, me vivifica.

Em escuta da Palavra

Naquele tempo, os discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja convosco!” Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. Mas Jesus disse: “Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho”. E dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés. Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?” Deram-lhe um pedaço de peixe assado. Ele o tomou e comeu diante deles. Depois disse-lhes: “São estas as coisas que vos falei quando ainda estava convosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”. Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, e lhes disse: “Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia e no seu nome, serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vós sereis testemunhas de tudo isso”.

Comentário

Fico impressionado com o lamento de Jesus: «Eu não sou um fantasma.» Um lamento muito humano que revela o desejo de Jesus de ser recebido como um amigo que volta de longe e quer ser abraçado com alegria. A gente não pode amar um fantasma. E para destruir qualquer dúvida ou medo, o Mestre pronuncia os verbos mais simples e familiares: "Vejam, toquem, comam juntos!" E o Evangelho, hoje, se conclui assim: vocês são testemunhas de mim. Não pregadores, mas testemunhas. É outra coisa. Com a simplicidade das crianças que têm boas notícias para dar, sem conseguir reter. E a boa nova de Jesus é: Deus não é um fantasma, ele é poder de vida; isso me envolve com paz, perdão, ressurreição. Ele vive em mim, chora minhas lágrimas e sorri como ninguém. Com Ele tudo se torna mais humano e mais vivo.

Missionários Xaverianos

Vídeo e áudio