A Juventude no Congresso Eucaristico

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Em 19 de agosto de 2016 aconteceu no estádio mangueirão de Belém (PA) uma solene missa para a juventude presidida pelo Cardeal Hummes, bispo emérito da arquidiocese de São Paulo.

O cardeal com mais de 30 bispos e 100 padres, disse palavras muito bonitas aos mais de 5 mil jovens reunidos pela ocasião.

O cardeal falou muito em nome do papa dizendo: “o papa é muito exigente com os jovens porque ele acredita em você”; continuou exortando a não se deixar roubar os grandes ideais e sonhos, porque é típico da juventude sonhar, mas estes sonhos devem ser “grandes”.

O cardeal continuou falando em nome do papa o qual afirma que Deus entrega o futuro nas mãos dos jovens; isso pode até dar um pouco de medo, mas Jesus exorta a não ter medo porque Ele estará sempre conosco. Por isso os jovens tem que ter ousadia, porque é com essas pessoas que se constrói o futuro. A homilia continuo dizendo que os jovens não são feitos para ficar no sofá, nem para se deixar levar pela vontade de consumir e consumir sempre mais, mas para ser protagonistas de uma nova civilização do amor onde o que vale não é o possuir mas o ser.

Cada jovens que passa por este mundo deve deixar uma marca, ou seja, deve construir uma nova humanidade.

cardeal claudio hummes ofm

O cardeal continuou com palavras provocantes do tipo: “Vocês jovens devem ser aquela presença na Igreja que a encoraja, porque são vocês que rejuvenesce a Igreja!”.

Mas os jovens precisam de ser encorajador porque eles não conhece o caminho para que isso aconteça. Mas o caminho é o mesmo de sempre: ter a coragem de se deixar olhar pelos olhos amorosos de Jesus; aconteceu com o jovens rico e acontece hoje também. Somente quem se encontra com Cristo Amor, terá a força de fazer o impossível. O rosto de Jesus é um rosto de misericórdia e não de julgamento, portanto não temos que ter medo de olhá-lo e nos deixar olhar; alem disso Ele vai conosco neste caminho e não nos deixa sozinhos.

Temos que nos deixar encantar por este Cristo que por nós morreu e resuscitou: onde se viu um amor maior?

Quem se sentiu amado por Deus, de discípulo se tornará também missionário: é isso que Cristo nos pede – queridos jovens. Quem se sentiu amado irá ao encontro do próximo com caridade e o envolverá nesta loucura que levará a uma civilização do amor da qual o mundo precisa. Mas para escutá-ló precisamos de dar tempo a sua Palavra: ouvindo a sua Palavra, ouviremos também o mundo que nos interpela e chama para mudar este mundo e não deixar que os outros façam.

CONVENHO EUCAR 1535

O cardeal continuou dizendo que quando encontrarmos alguém desanimado por causa da nossa preguiça temos que falar para ele que Deus o ama e não se afastou dele, mesmo que ele se sinta indigno, mas saiba que Cristo nunca desistira de nós.

O discípulo que se encontrou com Cristo se torna, portanto, missionário, este é o único caminho que nos espera: é a Igreja toda que tem que se tornar missionária, e os jovens tem uma responsabilidade grande em tudo isso. Vocês aceitam de ser missionários – continuou o cardeal – e os jovens responderam: SIM!

Levar os outros ao encontro com Cristo vivo e se sentirem amados por Ele é a missão de todo batizado e em modo especial dos jovens. E os privilegiados deste anuncio são os MAIS pobres; portanto temos que ir às periferias geográficas e existenciais. Os jovens devem sair daqui – continuou o cardeal- com uma missão: ajudar as paróquias a ir nas periferias para anunciar a misericórdia de Deus em Cristo Jesus. Aprendamos e ensinemos a nos realegrar com quem se realegra e sofrer com quem sofre.

Temos que mudar um mundo em melhor! Recostruir uma sociedade melhor, uma política melhor.

O cardeal concluiu com um pedido: “Eu desejaria que em cada paróquia se começasse uma obra nova a favor dos mais sofridos; e vocês, jovens,  deverão sentar junto com os seus padres para decidir junto uma obra de misericórdia a ser realizada neste ano em favor aos mais desfavorecidos. A paróquia não pode ficar a mesma depois deste encontro, deve se ver uma mudança em vocês e na paróquia mesmo”

E concluiu a homilia dizendo: “O papa manda abraços a todos vocês queridos jovens do Brasil”