MISSÃO EM REDE

  • Paolo Andreolli
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Caríssimos amigos de Missionários Xaverianos, do dia 4 até 7 de abril participei como representante do COMIDI Norte 2 (Pará e Amapá) do encontro do COMINA em Brasília na casa das POM.

 

Presentes os 18 representantes dos COMIREs, os bispos missionários referentes e muitos outros missionários leigos e religiosos que estão animando este nosso Brasil. Foi uma experiência de “Igreja”, de comunhão, a presença de Deus era sensível, muita alegria no Espirito, muita vontade de trabalhar e colaborar com o Reino de Deus. O motivo desta assembleia foi a apresentação do mês missionário extraordinário e a elaboração do plano missionário nacional dos próximos anos.

Hoje em dia não é fácil trabalhar em comunhão; a tentação é cada um por si: esta tentação está contagiando seja a sociedade como a Igreja; é por isso que devemos nos unirmos, rezar, pedir força do alto e refletir juntos para encontrar caminhos comuns que quebram os muros de divisão. Esta assembleia teve este intuito: encontrar caminhos comuns, criar colaborações tendo visões comuns e não fragmentadas.

Ter um plano comum não quer dizer abafar as individualidades e as criatividades mas escolher prioridades e ações comuns para que tenha mais sentido o nosso trabalho missionário. O plano nacional – nos lembrou pe Mauricio diretor das POM – é como aquele fio que une as bolinhas do terço e faz com que aquelas “Ave Maria” se tornem “terço”. Várias ações estão acontecendo no Brasil, atos heroicos, projetos que ajudam milhares de pessoas; precisamos valorizar tudo isso, ver as necessidades maiores e nos unirmos em rede.

Depois de um ano de “escuta” nos vários regionais, depois de um rico iluminar, chegamos a escolher quatro prioridades e por cada uma várias ações. Olhando o nosso contesto vimos que a Igreja do Brasil tem que focar na formação integral missionária, renovar uma escolha ad gentes, apontar na animação missionária em um continuo compromisso profético e social. Tudo isso vai encontrar força na espiritualidade missionária e vai se transformar em mais de 10 projetos com mais de 35 ações práticas a nível nacional, regional, diocesano e paroquial.

Eu, como xaveriano e representante do COMIRE N2, estou orgulhoso de fazer parte desta Igreja, e acredito que todos nós xaverianos deveríamos entrar mais na colaboração com as estruturas missionárias locais como COMIPA, COMIDI e COMIRE; a animação e articulação missionária é muito importante e nós xaverianos (consagrados e leigos) temos muito para partilhar, doando e recebendo.

São Guido Maria Conforti interceda por nós e nos ajude a trabalhar sempre mais numa "rede missionária".