Natal: festa de todos os povos!

  • Rafael Lopez Villasenor
  • Artigos
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Anualmente, celebramos a festa do Natal. Muitas vezes, nós o fazemos apenas como um evento social, com troca de presentes entre familiares, amigos e colegas de trabalho, com as árvores de Natal, luzes, Papai Noel e enfeites, tanto nos centros comerciais, como nas ruas ou nas nossas casas.

Esquecemos que Natal é a festa do aniversário de nascimento de Jesus, que veio para salvar toda a humanidade.

Lembremos que Jesus, ao nascer, foi colocado numa manjedoura, pois não havia lugar para ele nas casas de Belém (Lc 2,7). Também hoje, Jesus, muitas vezes, não encontra lugar nas nossas casas, nos nossos corações, nas nossas famílias, enfim no Natal não damos lugar para Jesus, mas temos um lugar para Papai Noel, para o consumismo e para tantas outras coisas que ocupam o lugar de Jesus.

Os Evangelhos narram que Jesus é o Salvador, o Messias, o Senhor que nasceu pobre e humilde na periferia de Belém, pois não havia outro lugar para Ele. Portanto, os primeiros a receber a notícia do nascimento de Jesus foram os pastores. Jesus encontrou lugar entre os pastores, os pobres e últimos, que acolheram com alegria a chegada do Messias, que veio trazer a salvação para toda a humanidade e para todos os povos. O Menino, que nasceu em Belém, vem de Deus, o anjo do Senhor comunica a notícia aos pastores, que acolhem com alegria a chegada, dando um lugar de destaque no coração deles (Lc 2,9-11).

A salvação entra na história da humanidade com as características do povo pobre representado pelos pastores, abarcando a humanidade inteira.

Natal é a festa de todos os povos, a festa universal, comemorada em quase todos os países, com tradições próprias, mas nem sempre festejando o nascimento de Jesus como Salvador da humanidade!

Os Magos vão do Oriente até Belém para adorar Jesus, seguindo uma estrela (Mt 2,2). O que manifesta que o Messias não veio apenas para um povo ou nação, mas para a humanidade inteira. Jesus se manifesta através do tributo dos Magos a todas as nações, raças e povos como Salvador universal.

A equipe de redação do Informativo Família Xaveriana deseja um feliz e santo Natal, assim como um próspero ano novo, cheio de alegrias e esperanças. Que no Natal possamos dar um lugar de destaque ao Menino Jesus, que nasceu pobre e humilde em Belém e que quer nascer no nosso coração também.

Que o Natal seja um tempo de paz, alegria, felicidade, perdão e concórdia por todos os dias de nossa vida. Esses são os nossos votos! Feliz Natal!

Rafael Lopez Villasenor.