Carta do Superior Geral por motivo do início do processo dos mártires xaverianos

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Queridos Confrades, Bom Domingo para todos.

O dia 28 de setembro de 2015 convidei o Pe Guglielmo Camera a explorar a possibilidade de iniciar o processo de canonização de Pe.  L. Carrara, Fr. V. Faccin e Pe. G. Didonè, martirizados no Congo em 1964 juntamente com o Abbé A. Joubert.  Padre Camera iniciou imediatamente o trabalho para fornecer o material necessário à Congregação das causas dos Santos para avaliar a abertura de um possível processo ‘super martyrio’.

Dois peritos trabalharam sobre o texto que lhes foi entregue a partir do dia 9 de janeiro de 2016 e ofereceram o próprio parecer inicial no dia 2 de fevereiro de 2016. O dia 16 de fevereiro Mons. Marcello Bartolucci, Secretário da Congregação pela causa dos Santos, entregava ao Postulatore um Parecer inicial que termina da seguinte forma: “Acredito que no material apresentado estão presentes elementos suficientes e adequados, seja do ponto de vista da quantidade que do ponto de vista da qualidade, para proceder ‘ad ulteriora’ no que diz respeito à prova do martírio sofrido pelo Pe. Luigi Carrara, Pe. Giovanni Didonè, Fr. Vittorio Faccin e Abbè Athanase Joubert. O meu parecer é, portanto, positivo”.

Este momento constitui uma particular graça para a nossa Família e um dom extraordinário que o Senhor põe na vida da nossa Família.

Ao começarmos o Jubileu extraordinário da Misericórdia agradecemos ao Senhor porque nos mostra, pelo exemplo dos nossos quatro mártires do Congo, o caminho a percorrer: Misericordiosos como o Pai até o dom da nossa própria vida.  Com o parecer favorável do Conselho, no dia 19 de fevereiro de 2016, confiei ao Postulatore Pe. Camera a tarefa de acompanhar esta causa.

Agora estou pedindo a todos os confrades de sentir no próprio coração a mesma dedicação do Postulatore para conhecermos os nossos mártires, para faze – los conhecer, para pedirmos a intercessão e a benção deles, para imita – los  na fé e na indiscutível e total consagração da vida deles ao Evangelho. São os missionários segundo o coração de São Guido Maria Conforti e diante do exemplo deles o nosso coração, também, sente admiração. “Novos anunciadores  do Evangelho, nós os admiramos muito! (Antologia Confortiana, Consagração religiosa 9)”.  Os mártires nos falam, os mártires nos questionam, os mártires nos transmitem esperança. Com eles e com os mártires na história, com os perseguidos e os mártires da nossa época, com a três Irmãs Xaveriana mártires em Burundi, retomemos com generosidade e coragem a nossa vida de missionários, xaverianos, consagrados.

Neste sentido acredito de coração que seja necessário terminar esta carta dizendo–nos reciprocamente: Parabéns!

Desejo a todos uma Santa Quaresma.

 Pe. Luigi Menegazzo SX (Superior Geral) Roma, 21 de fevereiro de 2016.