Missão Continental: a missão é a carteira de identidade da Igreja

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Cidade do Vaticano (RV) - O Brasil na Missão Continental traz a participação do Arcebispo de Palmas – TO, Dom Pedro Brito Guimarães, desde 2010 à frente desta Igreja particular da região norte.

Fruto da Conferência de Aparecida – realizada em maio de 2007 –, a “Missão Continental” deu novo impulso à ação evangelizadora da Igreja na América Latina e no Caribe.

Referindo-se de modo particular à nossa realidade, o arcebispo de Palmas expressa a convicção de que o Brasil está mais missionário do que até poucos anos atrás, “essa consciência missionária entrou muito e foi fruto de Aparecida”, afirma ele. Evidentemente, a dimensão missionária é uma das exigências da Igreja, acrescenta.

Entrevistado pelo colega Silvonei José, Dom Pedro ressalta que a Igreja não vive de eventos, ela é missionária na sua essência.

“A missão não é do outro, é dela, é a sua carteira de identidade”, enfatiza.

Ele nos diz que a Igreja tem de ser missionária na sua estrutura, na sua forma de ser, de evangelizar, e diz acreditar que vamos colher muitos frutos dessa consciência missionária, essa urgência da missionariedade da nossa fé. Vamos ouvir. (RL)

(from Vatican Radio)


Na foto acima: Dom Pedro Guimarães.