Caminhando rumo à unidade!

  • Evanderson Luiz de Abreu
  • Novidades
0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Já se passaram 500 anos do início da Reforma Protestante proposta por Martinho Lutero em 1517 na Alemanha. Lutero apresentou a Igreja Católica 95 teses, ou seja, 95 propostas para Reformar a Igreja.

Eram teses que desafiam a Igreja a retornar nas suas fontes, entre elas fazer com que os fiéis avessem uma maior intimidade com a Palavra de Deus. Este ano celebramos os 500 anos da Reforma e os 50 anos do início do diálogo entre luteranos e católicos, dado logo após o fim do Concilio Vaticano II.

Esta semana celebramos no hemisfério norte a semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. Meditamos juntos a segunda carta de São Paulo aos Coríntios (2Cor 5, 14-20), que especialmente nos impulsiona a reconciliarmos no Amor de Cristo.

Aqui na Diocese de Parma-Itália as Igrejas Católica, Metodista, Adventista do sétimo dia, Greco-Ortodossa, e Vetero Católica celebraram juntas este grande momento de Oração e partilha a caminho da Unidade. Começamos a Semana (18 a 25 de Janeiro) com uma Vigília de Oração tivemos como Pregadora a Pastora Noemi Falla da Igreja Metodista que salientou o aspecto do Amor de Cristo que impulsiona e dar passos todos os dias de uma verdadeira reconciliação com Deus e com os irmãos.

No sábado tivemos uma mesa redonda com as Igrejas do Conselho Ecumênico de Parma, que apresentam os passos que cada Igreja está dando a caminho da Unidade, os representantes que ali estavam chegaram a uma conclusão que só seremos unidos se colocarmos o Evangelho em primeiro lugar e que o Evangelho impulsiona a Ser Irmãos de verdade. Na terça tivemos as Vésperas na Igreja Greco-Ortodoxa e a reflexão com Pe. Rafaelle (Diocese de Parma) que afirmou o caminho do amor como via da reconciliação. Na quarta para concluir a semana tivemos o culto na Igreja Metodista e a Pregação do Pastor Danielle da Igreja Adventista que sublinhou o aspecto de sermos Testemunhas, ele, recordou de um pensamento de Santo Agostinho que afirma: “A Palavra converte, mas o Testemunho arrasta! ”, é através destes passos que damos em conjunto que mostramos a sociedade este testemunho de reconciliação.

No hemisfério Sul a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos e celebrada da Festa Litúrgica da Ascensão a Festa de Pentecostes.

Papa Francisco ecumenismoNos Missionários Xaverianos nos empenhamos para a caminhada do Ecumenismo como afirma nossas constituições 13 “Conscientes de que a divisão dos cristãos é um escândalo que causa obstáculos à evangelização, tomamos a peito o problema ecuménico, procurando aquelas formas de colaboração que levam à unidade e ao testemunho pleno do Evangelho”.

Nossa comunidade de Teologia de Parma participou com alegria desta semana, aprofundando o valor do diálogo e da UNIDADE. Como Missionários queremos buscar sempre o diálogo para fazer do Mundo uma só Família.

O Papa Francisco está dando passos para uma verdadeira Unidade entre os Cristãos e os Povos, em 2016 esteve na Suécia e destacou: “Dou graças a Deus por esta comemoração conjunta dos quinhentos anos da Reforma, que estamos a viver com espírito renovado e conscientes de que a unidade entre os cristãos é uma prioridade, porque reconhecemos que, entre nós, é muito mais o que nos une do que aquilo que nos separa. O caminho empreendido para a alcançar já é um grande dom que Deus nos concede e, graças à sua ajuda, estamos reunidos aqui hoje, luteranos e católicos, em espírito de comunhão, para dirigir o nosso olhar ao único Senhor, Jesus Cristo”.

Aos membros do Conselho para a Unidade dos Cristãos, Francisco sublinhou que “O ecumenismo é verdadeiro quando somos capazes de deslocar a atenção de nós mesmos, das próprias argumentações e formulações, para a Palavra de Deus que pretende ser ouvida, acolhida e testemunhada no mundo. Por isso, as várias comunidades cristãs estão chamadas não a fazer-se concorrência, mas a colaborar.

Pedimos a Graça ao Senhor que possamos ser Testemunhas do Evangelho e não deixar de caminhar, pois como exorta Francisco:

“A Unidade se faz Caminhado”. Caminhamos juntos para que todos sejam UM.

  • Evanderson Luiz de Abreu, sx.