Jubileu mariano, trezentos anos de Nossa Senhora Aparecida

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

Este ano de 2017 estamos celebrando a comemoração dos trezentos anos da Imagem de Nossa Senhora Aparecida, portanto, a Igreja do Brasil proclama este ano Mariano.

No dia 12 de Outubro comemoramos a Solenidade da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, cuja imagem foi encontrada por dois pescadores do Rio Paraíba do Sul, na região de Guaratinguetá, estado de São Paulo, por volta do ano de 1717. Os pescadores Domingos Martins Garcia, João Alves e Filipe Pedroso já pescavam há bastante tempo, sem que conseguissem tirar peixe algum das águas do rio. Foi quando João trouxe em sua rede a parte correspondente ao corpo da imagem e, depois, lançando a rede um pouco mais distante, trouxe nela a cabeça da Senhora. Dali por diante, a pescaria tornou-se copiosa e, receosos de que a quantidade de peixe trazida para os barcos ocasionasse um naufrágio, os três amigos voltaram para casa, trazendo a imagem e contando a todos o prodígio que haviam vivido.

O culto à Senhora não tardou a tomar vulto. À imagem, que representa Nossa Senhora da Conceição, logo foi dado o nome de Aparecida, por ter aparecido do meio das águas nas mãos dos pescadores. Inicialmente instalada em uma capela na vila dos pescadores, já por volta do ano de 1745 teve sua primeira igreja oficial, em torno da qual viria a nascer o povoado e o santuário de Aparecida.

A consagração de Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil ocorreu em 31 de maio de 1931, a imagem aparecida foi levada ao Rio, para que diante dela, Nossa Senhora recebesse as homenagens oficiais de toda a nação, estando presente também o Presidente  da República, Getúlio Vargas em uma celebração que reuniu, já naquela época, um milhão de pessoas.

Nossa Senhora foi aclamada então por todos  “RAINHA E PADROEIRA DO BRASIL”.

Fachada-do-Santuário-já-com-o-novo-campanario-_divulgação-1180x472

Os padres redentoristas, responsáveis pelo Santuário Nacional de Aparecida, foram os grandes animadores da construção da Basílica que hoje abriga a imagem da Senhora.

O projeto grandioso teve início em 1955, com a concretagem da nave norte. Construído em forma de cruz, possui capacidade para abrigar 45.000 pessoas e possui uma infraestrutura especial para o atendimento de romeiros que procuram o lugar durante todo o ano para prestar culto à Padroeira. No dia 04 de julho de 1980, o papa João Paulo II, em missa celebrada no Santuário, consagrou a Basílica, que recebeu o título de Basílica Menor.

A devoção do povo brasileiro a Nossa Senhora, a peregrinação da Padroeira por toda a Pátria, a abertura de vias rápidas de condução e uma equipe especializada de sacerdotes e irmãos coadjutores puseram Aparecida entre os maiores centros de peregrinação do mundo.

Significado do milagre: Foi um prodigioso milagre, análogo àquele que o Novo Testamento descreve, ocorrido nas águas do Mar de Tiberíades, na Galiléia. JESUS Ressuscitado, para se fazer conhecido pelos Apóstolos, mandou que lançassem a rede à direita da barca.

Eles embora titubeantes atenderam ao desconhecido (porque não sabiam que era JESUS) e tiveram uma encantadora surpresa, ao verem a rede milagrosamente cheia de peixes de primeira qualidade, depois de passarem uma cansativa noite de labuta, sem terem pescado nenhum. (Jo 21,1-14)

Aqui, para nós brasileiros, a pesca milagrosa foi o sinal sensível que confirmou a presença Divina entre nós. O encontro da pequena imagem, serviu para identificar e lembrar-nos a quem devemos recorrer nas dificuldades, angústias e tristezas que acontecem na caminhada existencial e a quem devemos direcionar nossas súplicas para alcançarmos com mais facilidade e rapidez, a misericórdia do SENHOR.