Abertura do Mês Missionário Extraordinário na Diocese de São Miguel Paulista

Em sintonia com o Papa Francisco e com toda a Igreja, a Diocese de São Miguel Paulista, em São Paulo (SP), realizou na tarde deste domingo, 06 de outubro, a cerimônia de abertura do Mês Missionário Extraordinário.

Realizada na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, do Setor Guianases, a cerimônia, que reuniu centenas de fiéis de diversas paróquias, foi marcada por simbologias e espiritualidade. Logo no início da celebração, foram acolhidos solenemente os símbolos do Mês Missionário Extraordinário e que recordam o tema 'Batizados e enviados: a Igreja de Cristo em Missão no mundo': a cruz, a bandeira, o círio e um jarro com água. "Da cruz brota o batismo para a salvação do mundo para o qual somos enviados à anunciarmos o Evangelho de Jesus", anunciava o comentário enquanto os símbolos percorriam o corredor central.

Na homilia, o celebrante, padre Jorge Villagomez, Missionário Xaveriano e pároco da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, trouxe a reflexão do Papa Francisco nas vésperas de início do Mês Missionário, celebrada no Vaticano no dia 01 de outubro. Recordou também os modelos apresentados pelo Santo Padre, Santa Teresinha do Menino Jesus e São Francisco Xavier, padroeiros das missões, e a leiga, venerável Paulina Jaricot, que mostram que "ninguém está excluído da missão da Igreja". "Nossas Igrejas mantêm oitenta e nove por cento de seus esforços e atividades na pastoral de conservação, na manutenção dos sacramentos e apenas onze por cento na atividade missionária. Que este Mês Missionário nos anime para a tão esperada primavera da Igreja.", ressaltou o sacerdote.

Encerrando a celebração foi realizada a consagração missionária, com um momento mariano, preparado pelas crianças da Infância e Adolescência Missionária. A assembleia, com velas acessas, renovaram as promessas batismais e receberam o envio missionário. "Saiam pelas ruas, vivam a sua fé com alegria, tragam aos homens a salvação de Cristo que deve penetrar nas famílias, nas escolas, na cultura e na vida política!", exortava a oração de envio.

Como lembrança do compromisso missionário batismal, ao final, todos receberam um pequeno aspersório com água benta. "A missão só está iniciando. Fazendo jus ao tema deste mês missionário 'Batizados e Enviados', vocês levarão um pequeno aspersório e o compromisso de levar esta benção às suas casas, famílias, comunidades, ambientes de trabalho e de lazer.", anunciou o coordenador do Conselho Missionário Diocesano (COMIDI), Rodrigo Alves Piatezzi.

Fonte: garotada missionária.

jorge3sx

jorgejpg

jorge1sx