Mensagem do Papa ao Patriarca Mathias pelo martírio de cristãos etíopes

0
0
0
s2smodern
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O Papa Francisco dirigiu uma mensagem ao Patriarca Mathias da Igreja Ortodoxa Tewadhedo da Etiópia,  exprimindo a sua grande dor e consternação, pela notícia de mais um episódio de violência perpetrada contra inocentes cristãos na Líbia.

“Sei que a Vossa Santidade sofre  profundamente pelas atrocidades de que são vítimas os seus amados fiéis, assassinados simplesmente pelo facto de serem sequazes de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” – escreve o Papa dirigindo-se ao Patriarca etíope, com profundo sentimento de solidariedade e assegurando-lhe a sua proximidade e oração perante o contínuo martírio inflicto, de modo tão crue,l a cristãos em África, Médio Oriente e nalgumas regiões da Ásia.

Não faz nenhuma diferença – continua o Papa Francisco – que as vítimas sejam católicas, coptas, ortodoxas, ou protestantes. “O seu sangue é único e igual na sua confissão de Cristo! O sangue dos nossos irmãos e irmãs cristãos é um testemunho que grita para se fazer ouvir por todos aqueles que sabem ainda distinguir o bem do mal. E este grito deve ser ouvido sobretudo por aqueles que têm nas mãos o destino dos povos”.

Evocando a alegria do período pascal que estamos a viver – o Papa recorda que “este ano a nossa alegria que nunca falta, é ofuscada pela dor”.

martir calvarioNo entanto – prossegue – “sabemos que a vida que vivemos no amor misericordioso de Deus é mais forte do que o sofrimento a que todos os cristãos  são submetidos, um sofrimento que é comum a homens e mulheres de boa vontade em todas as tradições religiosas"

O Papa termina apresentando as suas sentidas condolências e um abraço na Paz de Cristo ao Patriarca Mathias.  (DA)


(from Vatican Radio)